Hotéis sugeridos contato@cursodentista.com Ligue e tire suas dúvidas: (11) 3441-4422
logo curso dentista odontologia

COMO CRIAR UMA STARTUP

Começar uma startup requer muito mais que uma identificação no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas. Contruí-la exige tempo, empenho e uma dose de paciência, todos os ingredientes, dobrados, podem lhe ajudar a começar uma startup.

Existem características que diferem as startups dos negócios tradicionais, como lojas, restaurantes ou padarias. A mais evidente é o grande potencial de crescimento. Em seguida, deve-se atentar ao fato de que o modelo tem de ser inovador e escalável, ou seja, absorver o máximo do empreendimento sem comprometer os lucros.

Para se criar uma startup, é importante que se tenha em mente alguns itens básicos, como:

Colocar a ideia sob a lupa. Verificar se o conceito original se enquadra nos parâmetros de uma startup é fundamental. Nessa etapa, o aspirante a empreendedor deve estar aberto a opiniões. Saber se o mercado é amplo ou de nicho, o ajuda a identificar o tamanho do público potencial e isso define a capacidade de crescimento da empresa. É preciso conhecer os consumidores e a concorrência, bem como procurar sempre melhorar seu negócio e acrescentar doses extras de inovação.

Fazer o modelo evoluir. O modo como você executa e reformula a ideia, é mais importante que a ideia em si. Os rivais que podem aparecer na sua jornada com as startups podem copiar e refazer suas ideias para concorrer com o seu empreendimento. Esteja atento às ideias novas e reformule-se sempre, evolua seus projetos e defenda-se de cair na teia das ideias antigas.

Descobrir o que o mercado quer. Descobrir quais são os públicos potenciais e quais são seus interesses, determinam a capacidade do crescimento do negócio. Lança versões beta –de teste- de sua empresa a fim de apontar falhas, detectar qualidades e avaliar funcionalidades, é um bom método para obter tais respostas.

Estabelecer um modelo lucrativo. Saber a maneira como a sua empresa vai ganhar dinheiro com seu produto faz toda diferença. Há diversos modelos de monetização possíveis entre os novos negócios na internet, como os transacionais, de venda de produtos ou serviços, que são os mais usados no momento. O lead generation, que consiste em levar tráfego para outros sites, o formato de assinatura por período ou subscription, que ganha força com as tecnologias como iPad e tablets, e, por fim, o Freemium, termo derivado da junção entre free e Premium, que combina conteúdo grátis e áreas restritas com funcionalidades avançadas pagas.

Pensar grande. Startups devem pensar globalmente, e muitos empreendedores ainda se apegam ao conceito de que internacionalização é um próximo estágio do negócio. Como em todas as áreas, existem modelos de empresas digitais nos quais o foco no mercado interno é uma questão estratégica. Exemplos são os sites de compras coletivas. Mas se a iniciante tem uma solução universal, considerar o mundo como seu palco de negócios traz vantagens, como atrair a atenção de investidores.

Estudar gestão. Esforçar-se é imprescindível, para uma empresa dar certo, o empreendedor tem que saber administrar o negócio. Saber conceitos essenciais de finanças, marketing e administração, pois aprender na prática significa correr riscos. Esforço é essencial tanto para começar quanto para continuar uma startup.

Montar um plano de negócios. Depois de conhecer seu mercado, entender seu público, validar suas ideias, estabelecer o modelo de negócios e reunir as ferramentas de gestão necessárias para sustentar o crescimento da empresa, chega a hora de montar o plano de negócios. Uma das premissas das startups é inovar, até mesmo no processo de montagem do negócio. Usar os conceitos de lean startup, por exemplo, é um bom negócio, levando em conta que pode funcionar como um processo de autoconhecimento.

Investir em networking. Com o plano de negócios montado, fica mais fácil apresentar as ideias e, eventualmente, conseguir colaboração ou sócios para o empreendimento. A melhor ideia é fazer contato em eventos de tecnologia, que vêm ganhando espaço, como a Campus Party e startups meetups. Espaços físicos como escritórios compartilhados de co-working, vêm se tornando verdadeiros catalisadores ao reunir em uma mesma sala, ideias e pessoas das mais diferentes formações.

Negociar investimentos. Um dos segredos do sucesso do Vale do Silício, nos Estados Unidos, é a fartura de investidores, que aportam dinheiro até mesmo em ideias. As startups americanas se beneficiam de todo o ecossistema de capital de risco No Brasil, essa cultura ainda engatinha. Mas o passo se acelera cada vez mais rápido. Como resultado, hoje ficou muito mais fácil entrar em contato com investidores.Na cena atual, o contato pode ser feito até por e-mail, e, em vários casos, os próprios fundos vão atrás das startups.

Manter-se antenado. Em um ambiente tão competitivo, em que concorrentes podem surgir de um dia para o outro, a agilidade com a qual o empreendedor consegue corrigir os rumos de seu negócio define quão longe a empresa pode chegar. Um modelo que funciona hoje pode estar saturado em questão de meses. O ponto central é manter o foco na inovação. E ter coragem de mudar.

A Odontojob é uma Startup que estará sendo lançada na próxima semana e deve se tornar um sucesso em poucos meses.




©2013 Curso Dentista Digital. Todos os direitos reservados.