Hotéis sugeridos contato@cursodentista.com Ligue e tire suas dúvidas: (11) 3441-4422
logo curso dentista odontologia

PRIMEIRAS STARTUPS NO BRASIL E NO MUNDO

Startups são empresas que buscam a inovação em seu segmento e operam com uma lógica de experimentação rápida, segundo a qual as ideias mais promissoras recebem investimentos. Até recentemente, empreendedores e investidores brasileiros e estrangeiros levariam seus negócios e dinheiro para o Vale do Silício, no sul de São Francisco, Califórnia, onde há o maior número de startups. Hoje, eles colaboram para investir seus projetos em solo nacional. É o que comprova um estudo da Fundação Getúlio Vargas: entre 2005 e 2008, apenas 300 milhões de dólares foram dirigidos a empresas de inovação, valor que deve saltar para 750 milhões em 2011.

Ainda é um número baixo, se comparado ao que atraem os negócios na Califórnia (cerca de 40 bilhões de dólares entre 2009 e 2011), mas se trata de uma cifra alta quando se leva em conta que esse fator praticamente inexistia no país há alguns anos. “Hoje, podemos dizer que há espaço para negócios inovadores no Brasil”, diz o argentino Hernan Kazah, cofundador do Mercado Livre e também investidor, em entrevista à revista Veja online.

Hoje em dia as maiores startups do Brasil, contam com investimentos dos empreendedores estrangeiros. Como o caso dos sócios Smith e Kimball Thomas, que juntos fundaram a loja online de artigos para bebês e gestantes Baby.com.br, receberam contribuições que somam 8 milhões de reais e fecharam uma parceria de peso com a apresentadora da Rede Globo, Angélica. Existem também startups que são versões brasileiras de sites estrangeiros, como é o caso do site Pandoraexperiencias.com.br, onde o usuário compra uma “caixinha” de aventuras na internet e desfruta de um pacote turístico montado a partir de roteiros radicais. O site, que está no ar há pouco mais de seis meses, conta com 12 funcionários fixos e no início contou com um empurrão de um investidor. Em 2012, o faturamento da empresa foi de aproximadamente 8 milhões de reais.

Porém, além dessas startups que estão em alta no Brasil, não pode-se esquecer de citar as startups que engrenaram, deram certo pela primeira vez no país, e serviram de inspiração para as outras empresas que passaram a investir suas fichas aqui.

Startups como o e-commerce Oppa, fundado pelo investidor e cofundador do site Paypal, Peter Thiel, resolveu investir no Brasil após vender US$ 20 milhões em ações da empresa Facebook, devido à queda do valor dos papéis na rede social. O aporte foi de US$ 13 milhões, e foi um grande investimento de startup no país.

O site Oppa é uma espécie de fast-fashion do mercado de móveis, que projeta, fabrica e vende seus próprios produtos. O negócio recebeu recurso dos fundos Monashees, Kaszek Ventures e Thrive Capital para entrar em funcionamento.

A Oppa também permite que jovens designers enviem propostas de novos produtos pelo site da empresa. Se a ideia for aprovada, o profissional é convidado a colaborar com o time de desenvolvedores da empresa. A Forbes destacou ainda que o investimento de Thiel na Oppa mostra a tendência entre os fundos de investimentos norte-americanos de procurar novas oportunidades e negócios inovadores no Brasil, outros fundos do Vale do Silício, como o Accel Partners e o Sequoia Capital também manifestaram interesse no país.

Fonte: epocanegocios.globo.com




©2013 Curso Dentista Digital. Todos os direitos reservados.